E a Campanha “Parem de replicar besteiras na inFernet” continua!

Sim, é isso mesmo! A campanha “Parem de replicar besteiras na InFernet” continua, isso porque as oportunidades das pessoas serem enganadas na web são infinitas, e a maioria dessas situações se baseiam na ingenuidade das pessoas. Não são pessoas ruins, as que replicam as mentiras e asneiras, mas são ingênuas ou feitas de tolas.

Hoje pela manhã recebi uma mensagem que me mostrou a seriedade de se continuar a campanha. Trata-se da velha mensagem da Ericsson distribuindo aparelhos, mas agora versão 2.0. Se antes a mensagem dizia que a Ericsson distribuía aparelhos celulares, agora a mensagem apela para algum senso de retribuição (que confesso não saber que diabos é isso. Retribuição por esforço é salário. Ou não?) e alega distribuir “ferramentas”, que hoje em dia são os notebooks. Veja a mensagem que recebi logo abaixo.

.

.

.

PREZADOS AMIGOS :

Para todos nós que trabalhamos na área, esta é uma oportunidade de
recebermos uma ferramenta básica ao sucesso de nossas atividades
diárias.

Vamos divulgar, pois, para receber a contrapartida de nosso esforço
comum..

Assunto: DISTRIBUIÇÃO DE NOTEBOOK

A empresa Ericsson está distribuindo gratuitamente ‘lap tops’ com o
objetivo de se equilibrar com a Nokia, que está fazendo o mesmo. A
Ericsson deseja assim aumentar sua popularidade. Por esse motivo, está
distribuindo gratuitamente o novo Lap Top WAP.
Tudo o que é preciso fazer é enviar uma cópia deste e-mail para 8
(oito)
conhecidos.

Dentro de 2 (duas) semanas você receberá um Ericsson T18.
Se a mensagem for enviada para 20 (vinte) ou mais pessoas, você poderá
receber um Ericsson R320…
Importante!!!
É preciso enviar uma cópia do e-mail para Anna.swelung@ericsson.com

.

.

Reparem que a mentira foi atualizada de qualquer jeito, e até hoje falam em “tecnologia WAP” que já era velha em celulares quando essa mensagem surgiu na rede. Wap em laptops em 2011 é algo interessante, mas posso ser desinformado já que tecnologia não é minha área. A propósito, de que área a mensagem fala logo no início, porque é extremamente vago “todos nós que trabalhamos na área”. Considerando principalmente que um notebook seria sensacional ferramenta para um consultor, um verdureiro, um traficante ou um político; dada a abrangência de utilidades possíveis.

A mensagem ainda se vale do nome da famosíssima desconhecida inexistente Anna Swelung, porque nem na época original da mensagem a Ericsson identificou essa moça. Respondi com a mensagem abaixo.

.

.

Esse e-mail de distribuição de “notbooks” (nem escrevem direito a mentira!) é um Hoax.

Hoaxes são mentiras que correm na inFernet com propósitos calhordas e criminosos.

Você, que reenviou essa porcaria para um monte de seus contatos, não é um calhorda. É só um inocente útil. Apostando na sua cobiça, boa fé ou inocência, bandidos divulgam essas mentiras pela web para roubar endereços de e-mail válidos, coisa que a mensagem proporciona aos montes. Veja abaixo a quantidade gigantesca de informação dada de graça por gente como você.

Olhem a quantidade de pessoas que passaram a ter suas caixas eletrônicas acessíveis a quem vai abrir contas em sites pornôs ou de remédios piratas, enviar vírus (para depois serem rastreados e processados) e ter sua caixa entupida de porcarias por gente que não tem escrúpulos em fazer isso. Todas essas caixas generosamente oferecidas aos criminosos por gente como você.

Então você acredita que uma empresa possa fazer uma campanha de DAR equipamentos gratuitos? Leia isso em voz alta e veja o tamanho da bobagem “Empresa fica rica DANDO equipamentos gratuitos”. Leu?

Uma empresa dando produtos? Sem falência?

“Mas poderia ser uma grande sacada de marketing!”. E a empresa teria essa ideia genial e não ia gritar isso em seu site?

Então você acredita que a Ericsson fabrica notebooks? Já viu algum?

E a Nokia, qual notebook da Nokia você já viu no mundo?

E como você ia receber um notebook (assim que se escreve) em sua casa SE VOCÊ NÃO DIVULGOU SEU ENDEREÇO?? Chegou a pensar nisso?

Em mais de dez anos de consultoria, seja treinando profissionais, seja prestando serviços de orientação estratégica, seja fazendo campanhas de desenvolvimento, treinamentos outdoor ou mesmo em sessões individuais de coaching, jamais presenciei uma organização desenvolver-se com iniciativas suicidas. O mesmo vale para os profissionais.

Coloque no Google “Notebook Ericsson” e você vai ver uma lista de links desmentindo a mentira que você propagou de forma generosa.

Quer acesso ainda mais rápido? Confira essa lista abaixo de links que desmentem essa mentira, que já corre na rede desde 2000. Começou como distribuição de celulares e em 2007 surgiu com essa versão de doação de notebooks.

http://www.quatrocantos.com/lendas/23_ericsson_nokia.htm

http://fraudesdainternet.blogspot.com/2010/03/fraude-distribuicao-de-notebook.html

http://www.ericsson.com/br/faq – Questão número 05 – o site oficial da Ericsson, note bem!

http://www.e-farsas.com/corrente_ericsson.htm

Qual o problema de divulgar os e-mails dos seus contatos? Confere uma reportagem que saiu em um jornal Português sobre essas mentiras idiotas que correm na rede e que existem para proporcionar dinheiro, acesso e informação aos bandidos virtuais que cercam a web aos montes – a matéria está no www.ideiadiferente.com na Campanha “Parem de replicar besteiras na InFernet”– e que muitas vezes buscam sua aparente generosidade. São os casos das mensagens que falam de doação de dinheiro para quem replicar mensagens de crianças doentes ou fotos de crianças desaparecidas que já existem na rede a décadas.

Parem de replicar besteiras na inFernet sem checar a informação antes.

Sabe o que é pior? Muitos nesse monte de e-mails abaixo usaram seus e-mails profissionais, corporativos, expondo o nome de suas empresas nesse monte de bobagens. Usando espaço dos servidores e tempo útil produtivo para replicar algo que só serve para propósitos maliciosos e canalhas. O que seus clientes, parceiros e fornecedores vão pensar ao ver seu nome associado a uma mentira já tão antiga e ridícula como o conto do “Achadinho”? Qual a imagem que você passa ao mercado ao usar o nome da sua empresa e seu nome profissional com esse tipo de mensagem que reflete ganância, esperteza e cobiça?

Antes de sair replicando mensagens baseadas em ganância ou tolice, cheque as fontes, use o Google (é tão simples! Demora menos que mandar a mensagem para seus contatos) e evite associar seu nome à mentiras e patifarias. Seu nome é seu ativo mais valioso, cuide bem dele, seja no mundo real ou no virtual.

O mercado já é suficientemente complicado, competitivo e cruel sem que a gente crie outros fatores para nos atrapalhar. Na próxima vez que sentir essa grande vontade de clicar em “Encaminhar”, pense o que seus contatos pensariam ao ver você em uma fila de degustação de supermercado querendo comer algo oferecido, mas não para provar e apreciar, e sim querendo comer simplesmente porque é “di grátis”. Essa deve ser uma preocupação profissional constante.

Sucesso!

Há braços!

.

.

Sabe o que mais me chamou a atenção? Alguns dos que enviaram a mensagem tentaram ser mais espertos que os outros, e ao invés de mandar para 20 pessoas, mandaram para centenas de pessoas. E alguns ainda mais malandros mandaram para si mesmo, tentando burlar a pobre esforçada Anna Swelung que teria que monitorar milhões de mensagens enviadas pelo mundo inteiro.

Não se questionaram sobre o modo de rastreamento, não se questionaram sobre as fábricas associadas, não se questionaram pela tolice da mensagem, não se questionaram sequer pela atitude extravagante das tais organizações. Sabe porque? Por achar que reenviar mensagens assim não atrapalha ninguém ou não cria problemas para ninguém. E sabe como podemos comprovar isso? Ninguém enviou a mensagem com CCO. O que seria um mínimo cuidado com seus contatos.

Enfim…

.

.

Há  braços!

Eduardo Mesquita

eduardo@ideiadiferente.com

twitter – @eduardoinimigo

.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *